sábado, 24 de março de 2012

O OURO DOS GNOMOS


Dizem que os gnomos são os guardiões de muitos tesouros. Principalmente do enorme caldeirão de ouro que se encontra no fim do arco-íris. Vou-vos contar de seguida a história de Manuel, um menino que viu os gnomos procurarem um tesouro…
Manuel era um menino pobre, filho de uma costureira. A mãe de Manuel não parava de cozer, mas a sua chefe uma senhora muito antipática que se chamava Dona Eulália, pagava-lhe muito pouco. Margarida a mãe de Manuel estava a terminar um vestido de festa para uma das filhas de Dona Eulália.

- Ai, ai – suspirou enquanto cozia.
- Que se passa mamã? – perguntou Manuel.
- Nada filho, sinto a falta do teu pai, se ao menos ele aqui estivesse…
- Não te preocupes, ele um dia vai voltar. É o que tu sempre me dizes.
- Sim filho ele vai voltar – repetiu a mãe – mas há tanto tempo que partiu que já quase não me lembro de como ele é.

Foi nesse momento que Dona Eulália entrou muito aborrecida.
- Então esse vestido ainda não está acabado?

Margarida entregou-lho, depois de dar o último ponto e Dona Eulália olhou e voltou a olhá-lo, à procura de algum engano, mas o vestido estava tão bem feito que ela teve de se ir embora, ainda mais aborrecida.
- Porque está ela tão aborrecida? – perguntou o menino admirado.
- Meu filho, há pessoas que só estão bem com os outros e a criar confusão, e quando não lhes dás motivos … então zangam-se. A mãe abraçou-o e começou a chorar.
- O teu pai disse ela, está prisioneiro no castelo de uns piratas muito maus. Eles pedem um resgate em ouro pela sua vida e se não pagarmos nunca mais o veremos.
- Vamos ver então se a Dona Eulália e o marido nos podem ajudar.
- Meu filho, há uma coisa que nunca te contei. O teu pai e o Sr. Agostinho, o marido de Dona Eulália eram sócios. O teu pai trazia as mercadorias de países longínquos e eles ocupavam-se das vendas. Quando da última viagem, o teu pai não regressou disseram que tinham perdido muito dinheiro. Muito me ajudaram a dar-me trabalho, mas… bem, a verdade é que eles não nos vão ajudar.

Apesar do que a mãe lhe tinha dito, Manuel foi a casa de Dona Eulália e do Sr. Agostinho, mas estes receberam-no com maus modos.
- Dar-te dinheiro? Vai procurar o dinheiro dos gnomos…

Manuel voltou para casa triste e contou à mãe a resposta curiosa que o casal lha havia dado. Foi quando a mãe explicou ao filho que segundo a lenda, os gnomos guardam um caldeirão cheio de ouro no fim do arco-íris, mas isso não passava de uma história.
Nessa tarde caiu uma enorme chuvada e logo de seguida o sol despontou. Então formou-se um lindo arco-íris, Manuel ao vê-lo sentiu um aperto no coração.

“Pode ser apenas uma lenda – disse para si mesmo – mas é a minha única esperança.” Pegou numa pá e começou a caminhar para o local onde terminava o arco-íris. Andou e andou muito, mas cada vez que lhe parecia que tinha chegado, o arco-íris mudava de lugar. Seguiu-o durante horas a fio, até que teve de se dar por vencido. Atirou-se para o chão exausto e começou a soluçar, foi então que ouviu uma vozinha que lhe perguntou:
- Porque choras tu rapaz?
- Porque não consigo encontrar o fim do arco-íris – lamentou-se – é onde os gnomos guardam um caldeirão cheio de ouro e se eu o encontrasse poderia salvar o meu pai que está prisioneiro dos piratas.
- Mas então tu não sabes que os gnomos não existem? – perguntou a voz.
- Mas o meu pai sempre me disse que, se necessitares de algo e o pedires com muita fé, acaba por se tornar realidade. Por isso para mim os gnomos têm de existir!
- Sabes de uma coisa? Parece que afinal o teu pai tinha razão.

Manuel olhou na direção da vozinha e estupefacto viu um pequenino gnomo que lhe sorria no tronco de uma árvore.
- De qualquer maneira – disse o pequeno ser – não necessitas de ouro. E dizendo isto desapareceu.

Manuel pensou que deveria de ter sonhado, mas qual não foi a sua surpresa quando ao voltar a casa encontrou a mãe com um enorme sorriso.
- Manuel, meu filho olha quem chegou – disse afastando-se da porta para que ele pudesse ver o seu pai que lhe sorria feliz. Abraçaram-se os três muito felizes. Durante o jantar o pai de Manuel contou-lhes das aventuras, tinha percorrido muitos países e enviado muitos tesouros que haviam sido interceptados por Dona Eulália e o marido, é verdade tinha estado prisioneiro de uns piratas, mas tinha conseguido escapar graças à preciosa ajuda de uns amigos muito especiais…

- … e um deles contou-me que esteve a falar contigo, - disse piscando o olho ao filho – qualquer coisa sobre um caldeirão…
Nessa altura os olhos de Manuel brilharam, agora compreendia o verdadeiro ouro não era o que se encontrava no caldeirão, mas sim o amor que nos enche o coração!

MUITA LUZ!
fontes: Texto de Fernando Martínez, do livro A Lenda dos gnomos. Imagem retirada de pesquisa na net desconheço o autor.

17 comentários:

  1. Que lindo!não conhecia esta fábula, adorei!
    Aprendí, que os gnomos são um dos guardiôes do elemento terra na natureza,que guarda os minérios. Os duendes, os vegetais. As fadas, as flores e os elfos, as matas rasteiras...
    Abraços! Um ótimo final de semana!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lili, eu adoro fábulas e elementais é claro, pois eles são mesmo os guardiões da natureza eheh.
      Um excelente fim de semana para vc.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  2. OLA ANA MARIA QUE LINDA HISTORIA, E UMA LENDA, MAS TEM UM SIGNIFICADO MUITO GRANDIOSO AMIGA, NOSSA EU VEJO NO JAPAO, TBEM, TANTOS CORREM ATRAS DE DINHEIRO E AS VEZES ATE DA SAUDE DE DESCUIDAM TUDO POR NAO GASTAR ,FICO PENSANDO SEMPRE QUE EU ESTOU AQUI, MAS QUERO SO CONQUISTAR O QUE PRECISO, E O QUE REALEMENTE EU QUERO E VOLTAR AO BRASIL E ESTAR COM FAMILIA ,..FAMILIA E LINDO QDO O AMOR OS UNE,E MAIS QUE DINHEIRO E MAIS QUE FICAR RICO E DAR GRAÇAS DEUS POR TER UMA FAMILIA ABENÇOADA E COM SAUDE ..AMEM...BEIJOSSSS OBRIGADA PELO CARINHO SEMPRE NEUSA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neusa, minha amiga infelizmente é bem verdade, devia-se valorizar mais as pessoas e menos o dinheiro. Porque o que vale mesmo é a familia e o amor que nos une.
      Quanto à toalhinha ela é linda e espero que vc a faça, eu sei como é nós queremos sempre fazer, mas o tempo é curto para tanta coisa, não é mesmo?
      Um lindo Domingo para vc.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  3. ESQUECI A TOALHINHA EU AINDA NAO FIZ NENHUMA, MAS AINDA QUERO FAZER, A NUMERO TRES E ASSIM FOI FEITO O QUADRADO DE CROCHE, DEPOIS PEÇA POR PEÇA E PREGADO COM LINHA DE COSTURA NO QUADRADO DO CROCHE DEPOIS DE PRONTO..E FACIL E QUE E DIFICIL E FAZER A FLOR PETALAS E QUE SAO PEQUENAS, E BEM DELICADAS MAS NO FINAL FICAM LINDAS, EU VI NO LIVRO A MONTAGEM, POR ISSO EU SEI KKK MAS EU AINDA PRETENDO FAZER, POR ENQUANTO COMPARTILHO NO BLOG COM AS AMIGAS, BEIJOSSSSSSSSSSS BOM DOMINGO NEUSA

    ResponderEliminar
  4. Hola Ana María, que lindo rincón tienes, gracias por dejar tu huella y así poder seguir tus pasos y conocerte. Las amigas de Lua son mis amigas.

    Beijos de fada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rosana, seja muito bem vinda por aqui, é um prazer! Também adorei o seu blog.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  5. Olá!Boa noite!
    Não conhecia esta fábula...mas bem reflexiva...importante a "riqueza" que temos no coração...
    Boa semana!Muita paz e luz!
    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Felisberto, as fábulas sempre passam uma mensagem importante, eu adoro fábulas.
      Desejo-lhe uma excelente semana.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  6. Minha querida amiga; seja muito bem vinda ao meu cantinho!
    Se precisar de qualquer coisa da sua amiga aqui....é só deixar recado, tá?
    Um beijão de boas vindas da amiga Cátia.
    http://catiaartesmanuais.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cátia é um prazer recebê-la aqui no meu cantinho, sinta-se em casa.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  7. Hola Ana Maria, gracias pot tus palabras en mi blog.Así he llegado al tuyo que me parece estupendo, ya que me gustan las historias y me gusta mucho leer.
    Será un placer venir a leer tus historias
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gracias M.Carme por tu visita. A mí me encanto mucho tu blog.
      Besos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  8. Sabe o quanto amo os elementais, e ai em plena 2ª feira me brinda com essa preciosa postagem, parabéns!!!

    Amiga passando para te desejar uma semana linda e próspera.
    Te dizer que "viciei" nas músicas de "Harpa",rsrs.
    Sabia que nosso amigo do "Japão", postou esclarecimento sobre um ingrediente que ficou em dúvida. Passei por lá e falei para ele que agora você vai ter que fazer a receita e nos convidar para degustar em sua casa, rsrsrs

    Beijos de lírios.
    Lua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigaaaa contente por vc gostar. Já fui lá no nosso amigo comentar, adorei saber o que é o Mirin.
      Sabe Lua, por aqui eu também estou viciada em músicas de Harpa que vc me mostrou, não resisto à noite ficar a ouvir.
      Desejo-lhe uma graciosa semana, cheia de Luz!
      Beijinhos de Raios de Sol.
      Ana Maria

      Eliminar
  9. Respostas
    1. Olá Simone, grata pela sua visita.
      Que tenha uma magnifica semana.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar

Obrigado, o seu comentario estará visível após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...