segunda-feira, 3 de junho de 2013

FLORBELA ESPANCA



TORTURA

Tirar dentro do peito a Emoção,
A lúcida Verdade, o Sentimento!
-- E ser, depois de vir do coração,
Um punhado de cinza esparso ao vento!...

Sonhar um verso de alto pensamento,
E puro como um ritmo de oração!
-- E ser, depois de vir do coração,
O pó, o nada, o sonho dum momento...

São assim ocos, rudes, os meus versos:
Rimas perdidas, vendavais dispersos,
Com que eu iludo os outros, com que minto!

Quem me dera encontrar o verso puro,
O verso altivo e forte, estranho e duro,
Que dissesse, a chorar, isto que sinto!!!

Florbela Espanca


MUITA LUZ!

6 comentários:

  1. Linda poesia escolhida e LUZ precisamos todos sempre! beijos,ótima semana,chica

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Mari obrigada, desejo-lhe uma Iluminada semana também.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  3. Bella poesia,
    ciao buona settimana
    Tiziano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Tiziano, uma linda e Iluminada semana também para você meu amigo.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar

Obrigado, o seu comentario estará visível após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...