quinta-feira, 14 de agosto de 2014

NAMORADOS DA CIDADE

ELEVADOR DA GLÓRIA - LISBOA
Namorados de Lisboa 
à beira-Tejo assentados
a dormir na Madragoa.
Namorados de Lisboa
num mirante deslumbrados
à beira-verde acordados
namorados de Lisboa!

Ao domingo uma cerveja
uma pevide salgada
uma boca que se beija
e que nos sabe a cereja
a miséria adocicada
à beira-parque plantada:
namorados de Lisboa!


Sempre sempre apaixonados
mesmo que a tristeza doa
namorados de Lisboa!


Namorados de Lisboa
na cadeira de um cinema
onde as mãos andam à toa
à procura de um poema.
Namorados de Lisboa
que o mistério não desvenda
até que o escuro se acenda.

Namorados de Lisboa
a apertar num vão de escada
o prazer que nos magoa
e depois não sabe a nada.
Namorados de Lisboa
a morar num vão de escada
namorados de Lisboa!


Sempre sempre apaixonados
Mesmo que a tristeza doa
namorados de Lisboa!

Ary dos Santos, in 'As Palavras das Cantigas'

TEATRO D.MARIA II - PRAÇA DO ROSSIO EM LISBOA 
LISBOA À NOITE
MUITA LUZ!

 (Fotos retiradas de pesquisa na net, desconheço os autores).

5 comentários:

  1. Que linda poesia e esse bonde é maravilhoso! Bem típico,adorei ! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Que lindo poema Ana Maria!
    Namorados aí e aqui sempre uma doçura de encanto.
    Amei, beijinhos no coração.

    ResponderEliminar
  3. Lindo este enamorar-se pela Lisboa linda e querida.
    Parabens.
    Abraços

    ResponderEliminar
  4. Linda poesia
    Podem ser namorados de Lisboa ou de outra cidade do nosso litoral. São quadros de grande beleza e ternura vê-los bem agarrados, aos beijos ou simplesmente abraçados.

    Ainda que a saudade doa é sempre coisa da boa

    ResponderEliminar
  5. Ana Maria que lindo isto, nossa eu li e reli, obrigada por compartilhar, bjos Luconi

    ResponderEliminar

Obrigado, o seu comentario estará visível após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...