domingo, 23 de outubro de 2011

CAPELA DE ROSSLYN

Foi fundada em 1446 por Guilherme de St. Claire Conde de Okney em Rosslyn, na Escócia. A Capela do Colégio de S. Mateus, está repleta de entalhes bastante pormenorizados, que revelam uma enorme profusão de símbolos com referências Nórdicas e Celtas, além de icnografia supostamente maçónica em volta do seu núcleo cristão. Esta igreja bem como outras 36 foram construídas nesta altura na Escócia, com o intuito de procurar disseminar e desincentivar o conhecimento espiritual e intelectual, no seio de um meio cristão.
Esta igreja ficou célebre através do Código Da Vinci, de Dan Brown. A sua abóboda espectacular está coberta de muitos símbolos, desde estrelas de cinco pontas, flores, quadrados, rosas e uma pomba com um ramo de oliveira.
O Pilar do Aprendiz, que se encontra no seu interior possui uma rara beleza. Conta a lenda do local que o mestre mação que começou a sua escultura, partiu para Roma com o intuito de encontrar inspiração para acabar o seu trabalho. Ao regressar descobriu que o seu jovem aprendiz tinha concluído o seu trabalho, então num louco acesso de fúria matou-o. A base da coluna é formada por oito dragões e da boca desses dragões saem trepadeiras que envolvem todo o pilar. Este cenário do pilar revela raízes bastante fortes e ligadas à mitologia Nórdica, onde Yggdrasil, a árvore do conhecimento sustentava os céus, enquanto os dragões por sua vez lhes roíam as raízes.  
Cubos Musicais, afloram em protuberâncias de arcos que emanam do Pilar do Aprendiz, mas também aparecem nas nervuras da abóbada cilíndrica. Na sua totalidade são 213 blocos de pedra quadrados com uma variedade de padrões. O compositor Edinburgh Stuart Mitchell, baseado no estudo do seu pai de praticamente 20 anos a tentar decifrar o significado dos blocos musicais, defende a teoria de que eles formam no seu conjunto uma enorme partitura musical. Isto porque segundo crê os motivos dos blocos assemelham-se a Padrões de Chladni, ou Padrões Cimáticos , são padrões que se formam quando uma nota sustentada é utilizada para fazer vibrar uma folha de metal coberta de pó, deixando deste modo marcas produzidas pela nota, a frequência usada é que determina a forma do padrão, ou numa linguagem mais científica um Padrão Cimático não é mais do que a manifestação física de certas ondas sonoras. Stuart Mitchell acredita que essas notas musicais tocadas por instrumentos medievais “In Situ” se vão repercutir por toda a capela revelando assim um segredo escondido na capela. O compositor não faz ideia do que estará escondido na capela, mas acredita que St. Clair utilizava uma ciência bastante avançada para garantir que a música estaria a salvo de olhares curiosos, não podemos esquecer que a igreja aboliu o conhecimento na época como um meio de controlar a população. Nesta época negava-se às pessoas o conhecimento porque o conhecimento é percepção, talvez por isso as pessoas que sabiam demais foram queimadas nas fogueiras como “bruxas”.  Ele afirma que nós esquecemo-nos mais do que aquilo que sabemos, neste sentido a música pode efectivamente ser a chave para o passado. Quem sabe?
Muita Luz!
(Nota: Todas as imagens foram retiradas da net, desconhecendo os seus autores, no caso de possuirem informação acerca dos seus autores, é favor contactar-me para que eu possa atribuir os devidos créditos.)

6 comentários:

  1. Olá amiga linda, adorei essa matéria, a Escócia é um lugar na qual pretendo visitar um dia. Se notarmos as igrejas medievais estão cheias de histórias de outras religiões, que a própria igreja católica agregou para que não houvesse separação.

    Te desejo uma semana de grandes alegrias.
    Beijos no coração para você e toda a sua linda família.
    Lua.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado amiga Lua, eu também adoro a Escócia, espero poder um dia visitar tantos lugares mágicos que existem por lá.
    Desejo-lhe uma semana maravilhosa também.
    Beijinhos de alecrim.
    Ana Maria

    ResponderEliminar
  3. Minha doce irmã,

    assim que puder retornarei e responderei sua doce mensagem. Estou com um irmão internado na UTI, reze por ele. Assim que puder estarei aqui. Vou ficar ausente.

    com amor

    ResponderEliminar
  4. Que post!!!
    Adorei conhecer esta capela através de suas palavras!!!
    Deve ser uma coisa!!!
    As igrejas e capelas construídas naquela época são lindas demais...
    Tenho muita curiosidade em conhecer...
    Obrigado por este post!!!
    Beijosssss

    ResponderEliminar
  5. Irmã Esperança, desejo as melhoras desse seu irmão internado na UTI, as minhas orações estarão com ele.
    Beijinhos de Luz!
    Ana Maria

    ResponderEliminar
  6. Olá Nós os Cachorros, fiquei feliz que gostou do meu post, sabe é que eu sou apaixonada por estes assuntos.
    Beijinhos de Luz!
    Ana Maria

    ResponderEliminar

Obrigado, o seu comentario estará visível após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...