segunda-feira, 10 de outubro de 2016

TRISTEZA DO MEU SER


Na minha vida a tristeza do meu ser, arranca-me as entranhas e transporta-me para o universo quântico onde flutuo e espaireço por entre as nuvens de paz e as tempestades de luz. Não sei onde falhei, não sei como falhei, não sei o que fazer para me livrar dessa falha, mas a certeza de ter falhado é o suficiente para me cortar a alma ao meio.

Nunca aspirei a ser feliz, somente viver, viver sem complicações, nada disso aconteceu, agora no turbilhão de emoções, rasgo a tela pincelada de mim e deixo-a cair no abismo da imensalidade cósmica, onde o universo se regenera e transforma.

Abro os braços e fecho os olhos, e vejo-me a mim nua, na realidade de vida, por entre tantos outros, perdida!
AnaMaria (Mia Púrpura)


MUITA LUZ!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...