terça-feira, 11 de junho de 2013

CHICO XAVIER


A Cadelinha de Chico Xavier

"Chico Xavier tinha uma cadelinha chamada “Boneca” que sempre o esperava e que ao vê-lo, fazia uma grande festa pulando no seu colo e lambendo o seu rosto como se o beijasse. 
Chico dizia: — Ah! Boneca, estou com muitas pulgas! A cadelinha imediatamente começava a roçar com o focinho no peito do médium.

Um dia, a Boneca morreu. Chico ficou triste. Envolveu-a num xaile e enterrou-a no fundo do quintal, não sem antes derramar muitas lágrimas. 
Um casal de amigos, deu de presente ao Chico uma cadelinha idêntica à sua saudosa Boneca. 
A filhotinha muito nova ainda, estava envolta num cobertor. Os médiuns pegavam-na ao colo, sem contudo a desalinhar da sua manta, recebia afagos de cada um. 

Quando Chico entrou na sala, um dos amigos colocou-a nos seus braços. Ela no colo de Chico, começou a agitar-se e a lambê-lo. 
— Ah! Boneca, estou cheio de pulgas! Disse Chico. 
A filhotinha começou a roçar com o focinho o peito de Chico, tal e qual fazia a Boneca.



Nesse instante todos exclamaram: “Chico, a Boneca está aqui!” 
Todos ficaram emocionados e perguntaram a Chico como é que  isso poderia acontecer. Ele respondeu: 
— Quando nós amamos o nosso animal e lhe dedicamos sentimentos sinceros, ao partir os espíritos amigos trazem-no de volta para que não sintamos a sua falta. É, a Boneca está aqui. Está a ensinar a esta filhota os hábitos que me eram agradáveis. Nós os seres humanos, estamos na natureza para auxiliar o progresso dos animais, na mesma proporção que os anjos estão para nos auxiliar."

Publico aqui esta maravilhosa história, que me comoveu muito e que cada vez mais me faz acreditar que os nossos amigos que partem, sempre voltam, seja de que maneira for, retribuindo desinteressadamente como em vida o carinho e amor que lhes demos. 

MUITA LUZ!

Foto retirada da net, desconheço o autor.

8 comentários:

  1. Linda mensagem amiga, sempre acreditei nisso, e já tive o presente de vislumbrar o Sultão passeando no meu quintal.
    Estava com saudades de vir por aqui, desculpe minha ausência, eu adoro esse seu cantinho, pois tem um pedacinho da sua alma.
    Beijinhos brilhantes.
    Lua

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amada, fico feliz de ter visto o Sultão, que bom. Tenho muitas saudades suas.
      Beijinhos de Manjericos!
      Ana Maria

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Obrigada Ricardo.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  3. Linda Historia já a conhecia , mas não me canso de lê-la, também acredito que nossos animaizinhos que partem não nos deixam sozinhos nesta jornada por este motivo que sempre aparece um outro em nossa vida.
    Um animal pode trazer muita luz para nossa vida, em momentos de doença e tristeza eles estão sempre ao nosso lado.Lembro-me uma vez que minha avó estava doente nossa cadela, uma vira lata não saia do lado de sua cama até a vovó melhorar. Eu tinha que levar água e comida para a cadelinha no quarto. Minha avó dizia que ela lhe fazia companhia, foi uma alegria em nossa vida, já fazem mais de trinta anos que a cadelinha se foi, mas ainda tenho saudades e demais animais que já tive, que foram vários. Lindo post amiga.
    Uma semana de muita paz. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Verinha, sem dúvida que os nossos amiguinhos são incansáveis e de um amor incrível!
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  4. Conhecia esta história sobre a Boneca e sempre que a leio sito-me emocionado. O amor sempre permanece!...
    Belo post.
    Beijos,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Élys, eu também sempre fico emocionada com esta história e com tantas outras que vou tendo conhecimento, cada vez mais acredito na vinda e auxilio dos nossos amigos. Já perdi muitos amiguinhos, mas estarão sempre comigo no meu coração.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar

Obrigado, o seu comentario estará visível após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...