quarta-feira, 5 de dezembro de 2012



O Mundo é Tão Grande e Majestoso
E, no Entanto,
Contempla a Insignificância de Mim mesmo
Proporcionando-me uma Grandiosidade Extrema
Através da Minha Não Existência…

MIA PÚRPURA

MUITA LUZ!

Imagem retirada de pesquisa na net, desconheço o autor

10 comentários:

  1. Uma bela imagem emoldurando um poema grandioso.
    Paz e Luz,
    Élys.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Élys, obrigada pela sua gentileza, o poema escrevi-o com a voz da alma.
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  2. LINDO!Quando percebemo nosso real tamanho , estamos a um passo de crescer...beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Quizera, sermos majestosos como o mundo,somos aqui pequenos grãos de areia,sempre errando e tentando acertar.
    Minha linda amiga,obrigado por tua visita e comentário,no qual sempre deixas um brilho lá no meu cantinho.
    Bjos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De nada Fênix, é um prazer visitá-la. Quanto a nós, sempre vivendo e aprendendo, não é mesmo?
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar
  4. Muito lindo!! Imagem inspiradora...

    Beijos!!♥

    ResponderEliminar
  5. Respostas
    1. Ricardo, nada disso meu amigo, sou só eu por vezes a delirar...
      Beijinhos de Luz!
      Ana Maria

      Eliminar

Obrigado, o seu comentario estará visível após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...