terça-feira, 31 de maio de 2011

MALA EM FIO DE ALGODÃO

Foi a primeira vez que trabalhei com Fio de algodão mas gostei, o trabalho progride mais rápidamente e o resultado é muito agradável. Deixo aqui umas fotos:

Comecei por fazer a base em círculo, depois fui fazendo pontos altos à medida que progredia no trabalho.

 Aqui podem ver o interior da mala, fiz uma bolsinha para colocar o telémovel ou outra coisa, dá sempre jeito.

Fiz esta flor para dar um toque muito meu, adoro coisas alegres, vivas e divertidas. Além do mais esta mala serve lindamente para os fins-de-semana, é prática e cabe lá imensas coisas, ou seja Tudo! Espero que tenham gostado.

Muita Luz!

sábado, 28 de maio de 2011

ESTOJO DE CROCHET

Como a minha mala é uma desgraça e quando quero encontrar alguma coisa fico horas à procura (como todas as mulheres, não é?). Por isso resolvi fazer este estojo em crochet para colocar lá dentro as coisas que andavam à solta no fundo da mala.


Fiz com restinhos de lãs que me tinham sobrado. Ficou uma delícia e cabe fácilmente em qualquer mala porque é muito maleável. Espero que tenham gostado.

Muita Luz!

sexta-feira, 27 de maio de 2011

MALA DE TRAPILHO

Hoje acabei mais uma mala de trapilho, gostei do resultado final.

Muita Luz!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

HOMENS - PALAVRAS PARA QUÊ?

video

video

video

Sem ofensa, é claro.

Muita Luz!

terça-feira, 24 de maio de 2011

24 DE MAIO - DIA DE SANTA SARA KALI

Santa Sara Kali é considerada pela Igreja Católica como uma Santa de culto local, Santa Sara está assim ligada intimamente à história das tradições cristãs da Idade Média e ao chamado culto às virgens negras. Não se sabe a razão que levou os ciganos a eleger Santa Sara como a sua padroeira, mas foi ela quem converteu os ciganos ao Cristianismo.
Santa Sara é venerada pelos ciganos de tal modo que em todos os acampamentos ciganos se pode ver uma estátua da virgem negra depositada num altar numa das tendas cercada por velas, incenso, flores, frutas e alimentos.
Segundo as lendas, os restos mortais de Santa Sara foram encontrados por um Rei no ano de 1448 e posteriormente foram depositados na Cripta da pequena Igreja de Saint-Michel em Saint-Maries-de-La-Mer.

Todos os anos ao princípio da madrugada de 24 de Maio, milhares de ciganos de todas as regiões de África, Oriente, Europa e de todos os quatro cantos do mundo, reúnem-se na pequena igreja de Saint-Michel em louvor e homenagem à sua padroeira.
Para todas as mulheres ciganas, o milagre mais importante das suas vidas é o da fertilidade, pois não concebem as suas vidas sem filhos. Desta maneira, quantos mais filhos a mulher cigana tiver na sua vida, mais dotada de sorte ela será considerada pelo seu povo. Muitas que não conseguiam ter filhos faziam assim promessas a Santa Sara, prometendo que se concebessem, iriam a Saintes-Maries-de-La-Mer no Sul da França, à Cripta da Santa e fariam uma noite de vigília, depositando a seus pés como oferenda um Diklô. Na Cripta existem milhares de lenços como agradecimento pelas graças concedidas.
Sempre que um pedido seu se realizar, deve de fazer um lenço/manto para Santa Sara, tendo sempre em atenção ao significado das cores:
Azul - Protecção, Luz Espiritual, poder Intuitivo, Filhos.
Verde - Saúde, Agradecimento por bens adquiridos, Vitalidade.
Branco - Paz de Espírito, Casamento, Agradecimento.
Rosa - Amor, Compaixão, Maternidade.
Púrpura - Agradecimento por prestígio e vantagens profissionais.
Lilás - Carinho, Amor Correspondido.
Prateado - para atrair benefícios através dos anjos e santos.
Amarelo ou Dourado - louvores, Agradecimento por Vitórias.

Muita Luz!

domingo, 22 de maio de 2011

LPN - Acção de Voluntariado Ambiental pela nossa Floresta

Ontem fomos até Coimbra,Vila Nova de Poiares promover a limpeza das margens da Ribeira de Poiares e ajudar à preservação da floresta autóctone existente junto à mesma. Procedemos à limpeza de resíduos e à erradicação de plantas invasoras (acácias e eucaliptos) em prol do desenvolvimento das espécies autóctones (Carvalho) e de todo o ecossistema associado.
Deixo aqui algumas fotos que tirei no local, chamado Arrifana que foi onde durante todo o dia decorreu a acção, espero que gostem e que possam visitar pois é um sítio lindo e tranquilo.



Para quem não conhece as Acácias (foto em cima) Acacia mearnsi De Willd pertencem à família fabaceae de origem Australiana. É uma àrvore que muito rápidamente atinge os 20 m de altura, impedindo deste modo que outro tipo de vehetação se desenvolva.


Os eucaliptos (ver foto em cima) são árvores que pertencem ao género Eucalyptus globulus. Estas espécies podem se multiplicar descontroladamente, tornando-se assim uma praga. Por não terem uma boa relação com a floresta nativa, podem competir desigualmente pelo espaço, chegando até a matar as espécies nativas, como é o caso do carvalho. A sua origem é também Australiana como as acácias. Na Austrália formam florestas gigantes, onde habitam os famosos "Coalas" que se alimentam exclusivamente de eucaliptos. Estas duas espécies por não serem originárias do nosso país são por isso designadas de exóticas.



Esta foi a espécie que viemos ajudar o Carvalho (quercus faginea) Também chamado de Carvalho Português e de Carvalho Cerquinho, cujo nome científico é quercus rotundifolia é uma àrvore de folhas persistentes que pode atingir os 15 a 20 metros de altura. O seu tronco tem uma casca acinzentada ou parda e as folhas possuem uma cor verde escura, brilhantes nas faces superiores e mais esbranquiçadas nas faces inferiores. O fruto do Carvalho chama-se "bolotas" que serve de alimento para os denominados porcos de montanheira (ex: porco preto). É utilizada para produzir carvão, madeira e lenha, pois a sua madeira possui um elevado poder calorífico.

 Tirei esta foto para dar uma ideia de como estavam as coisas quando chegámos. Aqui mal se pode ver o carvalho que muito difícilmente tenta crescer entre os eucaliptos.

Depois de limpar e cortar todos os eucaliptos à sua volta eis aqui o excelente exemplar de carvalho. Nem parece a mesma foto de cima, pois não? Mas é no mesmo sítio.










 Uma das minhas paixões, Flores do Campo.

Este é um dos muitos cãezinhos que a LPN acolhe na sua propriedade aqui na Arrifana, chamada Quinta da Moenda. Ainda sem nome mas já muito bem tratada e esterilizada, andou sempre todo o dia a fazer-nos companhia, um doce de cadelinha muito macia e lavadinha. 

Estas duas fotos mostram bem o resultado da nossa intervenção, com todo o terreno limpo de eucaliptos e acácias. Já nos podiamos ver uns aos outros e o espaço ficou mais arejado e fácil de andar, além do que ao nível da prevenção dos fogos este tipo de intervenção é sempre muito útil porque as acácias e os eucaliptos ardem muito mais rápidamente que os carvalhos e que a outra vegetação mediterrânica, sendo por isso uma mais valia a sua remoção nas florestas.
Estas fotos foram tiradas já no final do dia, quando passámos por Vila Nova de Poiares, no regresso a casa. É um sítio tranquilo e magnífico, escondido no meio da paisagem. Adorei este dia passado aqui!!!

Muita Luz!

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Ivete Sangalo - Brasileiro / Acelera aê @ Pavilhão Atlântico (18.05.2011)



Abertura do Show de Ivete Sangalo no passado dia 18 de Maio de 2011 no Pavilhão Atlântico em Lisboa. Portugal @Tour Madisson - Life Lisbon. 

"Ivete cadê você, eu vim aqui só pra te vêr!!!"
Fui com a minha filhota mais nova a Maggie, que ficou sem voz de tanto cantar, eu fiquei com os pés adormecidos de tanto dançar e pular!!!

Muita Luz!

Lindas frases sobre amizade.



Dedico este video lindo a todos os meus amigos.

Muita Luz!

MALA DE TRAPILHO

Uma amiga minha foi embora, por isso como despedida resolvi fazer-lhe uma mala de trapilho. Hoje deixo aqui umas imagens de como acabar o trabalho, eu tinha bastantes dificuldades em como o fazer até que começei a inventar.
Depois de feita a mala há que rematar pontas, esta parte é sem dúvida a parte para mim que demora mais.
Para o fazer puxo a ponta do trapilho e escondo-a por dentro dos pontos já existentes, com uma agulha de crochet. Depois com uma agulha fina e linha cozo essa ponta a um ponto da mala, faço várias passagens para que fique bem segura, remato e corto junto rente ao trabalho.

Outra coisa que sempre me atrapalhava era não saber como colocar uma peça para fazer de fecho da mala. Então deixo aqui a minha sugestão de como eu faço. Escolho o meio da mala e nesse ponto começo a fazer 3 pontos baixos, de seguida faço 8 pontos de cadeia e enfio no mesmo buraco onde terminei fazendo assim um género de laçada, como na foto. Depois é só esconder a ponta do trapilho e cozer. Ficamos assim com um fecho simples mas funcional, é só enfiar na bolinha de madeira para fechar.

Como eu não gosto de malas sem estarem forradas, peguei num pano azul e forrei a mala cozendo o tecido à mão.


Como gosto muito de pormenores, faço sempre algo para tornar as minhas malas originais, desta vez fiz uma flor de trapilho e no meio coloquei uma pedrinha azul brilhante a condizer com a mala. Para a prender cozi toda à volta com linha.

O resultado final foi este. Amei fazer esta mala para a minha amiga Cristina que mora a 12 km da Coruña em Espanha. Espero ter ajudado com as minhas dicas.

MUITA LUZ!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

O REINO INVISÍVEL DAS FADAS E DOS ELFOS

Há muitos, muitos séculos existiu um reino onde vivia uma princesa lindíssima chamada Etaine. A princesa tinha-se casado ainda muito jovem, por ordem do Rei seu pai. Não era infeliz, mas amava o seu marido só como um irmão, sentia que lhe faltava algo. Todos os dias, a princesa passeava pelo jardim e adorava nadar no lago que lá existia. O que ela não sabia era que nesse lago morava um Elfo. O seu nome era Midhir, fora coroado Rei das Fadas e dos Elfos devido à sua inteligência, à sua astúcia e rara beleza. Um certo dia quando Etaine nadava nas águas frescas do lago, Midhir viu-a e apaixonou-se por ela perdidamente. Decidiu que a conquistaria durante a noite, entrando muito silenciosamente nos seus sonhos e foi o que fez. Naquela noite Etaine sonhou com Midhir e apaixonou-se também, no dia seguinte Midhir apareceu diante da princesa, declarou o seu amor e pediu-lhe que se casasse com ele. Muito triste Etaine respondeu-lhe que só se poderia casar com ele, se o seu actual marido consentisse em se separar. Midhir imediatamente percebeu que o jovem príncipe marido humano da princesa jamais concordaria com tal separação, foi então que concebeu um plano. Separando-se de Etaine sossegou-a e disse-lhe que iria falar com o seu marido, para que ficassem juntos. No dia seguinte foi ao castelo encontrar-se com o marido da princesa.
- Quem és tu? – perguntou o príncipe ao jovem Elfo.
- Sou Midhir, o Rei dos Elfos. Vim aqui desafiá-lo para uma partida de dardos, pois disseram-me que era muito bom jogador.
- O marido da princesa riu-se e aceitou o desafio, mas quis saber qual era o prémio para o vencedor.
- Cinquenta cavalos! – respondeu o Elfo.
Começaram a partida de dardos e Midhir foi derrotado pelo príncipe. O Rei dos Elfos imediatamente desafiou-o para uma segunda partida, mas desta vez o prémio seria ainda mais alto, cem bois. E mais uma vez foi derrotado. Muito entusiasmado com as duas vitórias o jovem príncipe rindo-se desafiou o rei dos Elfos para uma última partida. Midhir aceitou mas disse bem alto:
- O vencedor desta partida terá como prémio aquilo que mais desejar.
Confiante na sua vitória o jovem príncipe aceitou. Só que dessa vez o Rei dos Elfos deixou de fingir que jogava muito mal e venceu a partida. Então como prémio reclamou:
- Venci e como prémio quero a sua mulher Etaine. E quero que ela se case comigo.
Ao perceber de que fora enganado o jovem príncipe ficou furioso, mas era um líder e como tal não podia quebrar uma promessa feita. Foi então que declarou que dessa data a um mês, entregaria a sua jovem princesa ao Elfo. Quando Midhir voltou ao castelo para buscar a princesa, esta estava cercada por centenas de guerreiros, o rei dos Elfos observou então atentamente a situação e subitamente levantou vôo. Passando pelos guerreiros e tomando Etaine nos seus braços, levou-a para o seu reino. Nesse dia teve inicio uma dura guerra entre o mundo dos homens e o mundo dos Elfos. O jovem príncipe ordenou que todas as florestas fossem vasculhadas, nem que fosse preciso derrubar árvores para encontrarem Etaine. Mas Midhir era muito inteligente e pronunciou umas palavras mágicas que a partir desse preciso momento tornaram o Reino das Fadas e dos Elfos invisível para os homens. Permanecendo assim até aos dias de hoje.
MUITA LUZ!

Filtering Barrel and Chimney Sponges



Este video íncrivel mostra-nos como as esponjas filtram a água. Surpreendente :)
Muita Luz!

BOLSINHAS EM CROCHET

Como não consigo estar quieta, nem parada sem fazer mil e uma coisas, fiz estas pequenas bolsinhas em crochet, forrei-as com tecido e coloquei um fecho.
Acho que ficaram uma gracinha e dá para guardar o que por vezes anda espalhado no fundo da nossa mala, não é? Agora vou tentar vender a 4 euros, quem sabe?
Se alguém estiver interessado pode contactar-me por mail.

Muita Luz!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

LENDA HINDU

Houve um tempo em que todos os homens eram Deus.
Mas eles abusaram tanto da sua divindade que Brahma o mestre dos Deuses, tomou a decisão de lhes retirar o poder divino. Resolveu então escondê-lo num lugar onde fosse absolutamente impossível reencontrá-lo.
O seu grande problema era encontrar um esconderijo. Foi então que Brahma convocou o conselho dos Deuses Menores para juntos tentarem resolver o problema.
"Enterraremos a divindade do homem na terra", foi a primeira idéia dos Deuses.
"Não isso não basta, pois o homem vai cavar e encontrá-la", respondeu brahma.
Então os Deuses retrucaram, "Atiramos a divindade do homem no fundo dos oceanos".
Mas Brahma não aceitou a resposta, porque achou que o homem um dia iria explorar as profundezas dos mares e a encontraria.
Os Deuses concluiram:
"Não sabemos onde a esconder pois não existe lugar nem em terra nem no mar onde o homem não a possa encontrar um dia."
Brahma que estava em silêncio pronunciou-se e disse:
"Eis o que vamos fazer com a divindade do homem, vamos escondê-la nas profundezas dele mesmo, pois aí será o único sítio onde ele muito difícilmente pensará em a procurar."
Desde esse tempo concluí a lenda, o homem deu a volta à terra, explorou, escalou, mergulhou e cavou em busca de algo que só se encontra dentro dele mesmo!

Muita Luz!

terça-feira, 10 de maio de 2011

NUNCA ECONOMIZE NO AMOR, SE NÃO SOUBER O QUE FAZER COM ELE
O MUNDO ACEITA DOAÇÕES!

Muita Luz!

domingo, 8 de maio de 2011

BISCOITINHOS LEVES DE LIMÃO

Deixo aqui uma receita prática e fácil de se confeccionar. Espero que gostem!

Biscoitinhos Leves de Limão


 Ingredientes:
- 300 gr de farinha.
- 160 gr de açucar.
- 1 gema de ovo.
- 75 gr de manteiga.
- 1/2 colher de fermento pó.
- Raspa de um limão pequeno.
- Canela q.b.

Confecção:
Numa tigela junte a farinha, o açucar e a manteiga derretida, batendo muito bem.
Junte a 1/2 colher de fermento e a raspa do limão. Unte com manteiga e polvilhe de farinha um tabuleiro rectangular, de seguida forme pequenas bolas de massa com as mãos e coloque no tabuleiro ligeiramente separadas umas das outras. Com um garfo pressione as bolinhas, até ficar a marca do garfo. Pincele a parte de cima dos bolonhos com uma gema de ovo bem batida. Leve ao forno pré-aquecido a 140ºC durante 40 minutos. Despois é só servir polvilhados de canela. Bom apetite!

Muita Luz!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

PASSO-A-PASSO RECICLAR TÚNICA

Comos estamos em tempo de crise e porque defendo um modo de vida sustentável e porque gosto de reciclar, deixo aqui esta sugestão em que passo-a-passo reciclei esta túnica que já não me servia (vá-se lá saber porquê...)
Comecei por cortar toda a parte branca da túnica que ficava na parte de baixo (e onde eu não cabia!)

De seguida aproveitei a barra azul que estava no fundo e cozi-a à parte de tecido azul que ficou por baixo do peito.

Depois de cozidas as duas barras, ficou assim o resultado.
Como se notava a costura de união, resolvi fazer em crochet um enfeite para colocar a tapar esta parte.

Depois foi só cozer a toda a volta da blusa com linha branca bem por cima da costura.

Quando acabei de cozer a tira de crochet achei que ficava um pouco triste, então fiz uma flor e tapei o
 remate.

Adorei o resultado, ficou linda e prática para vestir seja com jeans no fim-de-semana ou com calça preta para ir trabalhar. Para reciclar é só preciso usar a imaginação e paciência porque às vezes as coisas que idealizamos não correm como esperavamos, mas vale a pena não desistir e arriscar a continuar. Espero que isto vos dê algumas ideias para começarem a reciclar aquelas roupas que estão no armário e que já não usam. Tentem, vai ser divertido!

Muita Luz!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...