quinta-feira, 3 de março de 2011

Era um menino muito triste e sózinho. Na escola quando chegava a hora do recreio, afastava-se dos seus colegas. Todos gozavam com ele, porque ele usava umas meias vermelhas. Um dia no recreio perguntaram-lhe: “Porque é que tu usas sempre meias vermelhas?” ao que o menino respondeu: O ano passado quando eu fiz anos, a minha mãe levou-me ao circo mas antes calçou-me estas meias vermelhas. Eu não gostei, chorei e disse-lhe que todos os meninos iam gozar comigo por causa das meias vermelhas. Foi quando ela me disse para eu as usar, porque ela tinha um motivo muito forte para me calçar as meias. Disse-me que se eu me perdesse, bastava ela olhar para o chão e quando visse um menino de meias vermelhas, sabia logo que era o seu filho. Então os meninos disseram: “Mas tu já não estás no circo, porque é que não tiras as meias e as deitas fora?”. Foi então que o menino das meias vermelhas olhou para os próprios pés e com os olhos cheios de lágrimas disse: “Sabem é que a minha mãe abandonou a nossa casa e foi-se embora, por isso eu continuo a usar estas meias vermelhas, assim quando ela passar por mim, em qualquer lugar no mundo, ela vai saber que sou eu, o seu filho e vai-me levar com ela!”



Nunca devemos de julgar os outros, por trás de uma  atitude estranha aos nossos olhos, há sempre uma razão muito genuína para o justificar. Como diz o provérbio Português: 
"Não julgues rápido de ninguém, nem para o mal, nem para o bem."
Muita Luz!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado, o seu comentario estará visível após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...